vento

“As flores trazem consigo uma leveza e delicadeza, que creio deveriam ser o tijolo e a argamassa que constrói desde a mais simples amizade até o mais duradouro caso de amor” penso que cada aproximação deveria ser assim… leve e delicada… simples e suave… como algo bom que acontece… como primavera… pra quem vem de uma cidade fria, a primavera tem algo de tão esplendoroso… as ruas ficarem floridas… a natureza se desabrocha em vida… se contrastando ao inverno que passou… escutei de uma conhecida que ela achava interessante que sulista tinha um quê com flores… penso que talvez seja por isso… pela vida nelas representada… esse renascer e desabrochar… por ser aquela coisa leve e delicada, suave e simples… pelo valor intrínseco… pelo que se quer dizer… como se fosse o vento levando um recado… e há que se ter ouvidos de ouvir…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s