fundamentalismo

uma das coisas que mais gosto em meu curso, é o fato de ser obrigado a sair da posição etnocêntrica, e passar a analisar pela visão do outro qual é a verdade dele, e ter que respeitar, mesmo que não concorde… afinal, internacionalista que acredita que a sua verdade, seu sotaque, sua forma de ver a vida são as corretas… pode ser qualquer outra coisa, menos internacionalista… como desconsiderar o caldo cultural que faz parte de cada um nós? a minha verdade é diferente da verdade do meu vizinho, e assim por diante… aí vem o direito e estabelece um mínimo que seja coerente para que essas verdades coexistam em harmonia… fora disso, é fundamentalismo…

fui a um vernisage de um escritor espírita, o qual tive o prazer de ouvir, e como não me sinto obrigado a ser concorde com ninguém, porém busco os pontos que me parecem interessante e sejam válidos ao meu histórico de vida, pois o que não me faz sentido não tenho capacidade de entender, e mesmo que não acreditasse, não significaria que não existe ou que não possa ser verdade, mas que nesse caso específico, não se aplicava… aliás uma pessoa de uma rara lucidez muito interessante, e que se deve observar o seu trabalho e ler…

obviamente iria levar um livro autografado… e estou lá na fila… e pessoas começam a conversar sobre religião, e tudo transcorre bem, até alguém achar que católico não pode se comunicar através de um médium sem ter assumido a doutrina espírita… ou que sua mensagem está errada apenas por ser católico… e os argumentos foram se intensificando e eu me aporrinhando… aproveitei para fazer uma analise do fato… e me perguntei… qual é a diferença do ato entre um espírita que se acha dono da verdade absoluta e um islâmico que se acha dono da verdade absoluta? me respondo… nenhuma… é tudo fundamentalismo… a diferença seria a intensidade da atitude tomada, que dependeria da cultura de cada um, mas a raíz é a mesma… aliás poderia ser um judeu, ou um católico extremista e até ateu… continuaria sendo fundamentalismo….por isso digo… tenho medo de fundamentalistas religiosos… o espírita ali dono da verdade está inserido num Estado de direito… porque se estivesse inserido num Estado teocrático, ou numa situação de anarquia temporária, certamente estaria degolando, matando, violentando, ou fazendo limpeza étnica em nome do seu deus…

aí me faço mais uma pergunta… o que tem de mal em não pensarmos igual? a minha verdade é boa para mim, e quem sou eu para achar que é boa para os demais? respeito as diferenças é básico de uma sociedade desenvolvida, e no faz mais próximos da divindade no meu entendimento… mas isso serve para mim, e para os demais? cada um que descubra qual caminho o faz mais feliz…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s