estiagem

“penso que a estiagem terminara… o solo árido fora regado com minhas lágrimas e se tornou fecundo… e planta que recém brota, irá amadurecer e florecer… e seus frutos serão doces e saciarão a quem foram destinados… pois está plantada no solo sagrado do coração…”

algumas coisas são interessantes, ocorrem de uma forma inexperada, e me levam a repensar minhas escolhas e atitudes em relação as minhas prioridades perante a vida… confesso que muitas das respostas que queria, vieram em forma de perguntas, e que me deixaram apenas uma saída, reafirmar meu compromisso com a vida, e ser aquilo de melhor que possa ser com todos que cruzarem o meu caminho, distribuindo as flores colhidas em minha alma…

revirar o solo, semear, cuidar e colher… do suór escorrido na testa, e das unhas sujas de terra… é só isso que tenho a oferecer… a busca ainda segue… um dia a encontro, por enquanto vou florindo meu jardim…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s