romantismo

Uma coisa interessante… essa música que segue abaixo, tem uma letra tão bonita, que deveria ter sua indicação proibida para diabéticos… enfim… daquelas assim para ser tocada embaixo da janela da casa dela, desde é claro, não seja comprometida… eu até teria umas três que poderia arriscar… mas o fato é que em época de funk, o máximo do romantismo fica no “Se levantar a garrafa, a minha b**eta pisca” ou “Quer dinheiro, pede a ele Quer piru, pede pra mim”…

Quem já foi casado… sabe que o melhor da relação a dois, é no começo… quando ninguém tem defeito, peida ou arrota… então aquelas coisas ridículas de flores, cartinhas e declarações… são tão interessantes… a gente perde tempo pensando, escrevendo, compondo, ensaiando… enfim… deixa a coisa um pouco mais elaborada… e o que frustra… é que o conceito de produtividade chegou às relações… tipo, soca logo pra dentro que tem mais gente na fila e preciso experimentar para saber qual é o melhor pra levar pra casa… numa mistura de loja de roupa com pet shop… ou… libera logo aí, que se não a tua concorrente libera… tipo mcdonalds ou bobs… romantismo está em baixa… não só pelo fato de estar escasso quem “doe” romantismo… mas também porque está escasso demais quem saiba “receber” romantismo…

Anúncios

dias

As vezes tem aqueles dias em que as coisas não são bem como gostaria que fossem…  a semana… mês talvez… ou ano… mas sempre se tem aquela certeza de que nada é sem sentido e que tudo tem um propósito… quanto mais nos encontramos em calmaria… mais alerta deveríamos estar… vida são provas e se não as tem… é porque algo anda errado… porém tenho a convicção de que nada, mas absolutamente nada que seja para impedir ou atrapalhar minha vida, permanecerá mais do que o tempo necessário… o testemunho faz parte… e a vida se encarregará dos ajustes finos… porém as vezes é triste… mas tudo passa… absolutamente tudo…